domingo, 15 de abril de 2012

Ser professor...


Jô Soares, define o que é ser "Professor"!!!

O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!
É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia".
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um "Adesivo".
Precisa faltar, é um "turista".
Conversa com os outros professores, está "malhando" nos alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não se sabe impor.
A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as hipóteses do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala correctamente, ninguém entende.
Fala a "língua" do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é retido, é perseguição.
O aluno é aprovado, deitou "água-benta".
É! O professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui,
agradeça a ele.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

"Morre lentamente" - Pablo Neruda


Morre lentamente quem não viaja, 
quem não lê, 
quem não ouve música, 
quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio,
quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, 
repetindo todos os dias os mesmos trajectos, 
quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece. Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.
Morre lentamente quem evita uma paixão, 
quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os "is" em detrimento de um redemoinho  de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando esta infeliz com o seu trabalho,
quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, 
quem não se permite pelo menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos. 
Morre lentamente, quem abandona um projecto antes de iniciá-lo, 
não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.
Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples facto de respirar. 
Somente a perseverança fará com que conquistemos um estagio esplêndido de felicidade. 
Pablo Neruda

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Semana Santa - Braga 2012



Procissão "ECCE HOMO"
A imagem do Senhor "Ecce Homo" é a figura central desta procissão que é organizada pela Irmandade da Misericórdia de Braga.
Coroado de espinhos, Cristo é levado num andor carregando na mão uma cana verde. Ninguém fica indiferente à sua dor. Às dez da noite, os farricocos descalços abrem caminho à procissão, diante da Igreja da Misericórdia. Nas mãos levam as ruidosas matracas e fogaréus, criando uma das mais afamadas imagens da Semana Santa de Braga.